OSCAR 2018: PRÊMIOS PREVISÍVEIS E MERECIDOS

O Oscar 2018 teve um tom politico, como suas ultimas edições. A academia tem se adequado aos novos tempos, bem como as minorias tem buscado seu devido espaço no mundo cinematográfico. Teve como grande vencedor "A forma da Agua", que levou também melhor direção para Guilhermo del Toro. 

A cerimonia foi menos marcante como em épocas anteriores. Uma parte da cerimonia me deixou bastante incomodado. Quando no maior prêmio, o apresentador não deixou os outros produtores além de Del Toro falarem. E o maior prêmio da noite, guardem tempo para ele. 

Sobre os Prêmios, foram merecidos, porém sem grandes surpresas. as poucas surpresas foram o merecido oscar de melhor roteiro original para Jordan Peele por Corra! (Get Out) e Efeitos visuais indo para Blade Runner 2049, também bastante merecido.

Os prêmios da noite foram divididos, mostrando a grande safra de bons filmes do ano de 2017. Filmes memoráveis e com oportunidades para negros, mulheres e gays atuarem, dirigir e roteirizar películas de grande importância. As minorias foram bem representadas por Greta Gerwing indicada a melhor direção. James Yvory cineasta gay de 89 anos recebeu o Oscar de melhor roteiro adaptado por Me Chame por seu Nome. Além do grande discurso de Francis Mcdorman, colocando os pingos nos is. 

Resumindo foi uma grande noite para o cinema, onde feridas foram tocadas. Mas o amor pelo cinema foi o tema principal, mostrando como a indústria dos sonhos pode modificar a sociedade. 






Comentários

Mais Vistos

A Palestina na Época de Cristo: Aspecto Político

Os sumérios: Os inventores da Escrita

Mitologia grega: Os olimpianos