Grandes Diretores: Martin Scorsese



Diretor com estilo particular, com filmes em que podemos sempre perceber a presença de personagens masculinos fortes, são películas carregadas de testosterona, podemos destacar nesse sentido Jake Lamota de Touro indomável (1980), Travis Bickle de Taxi Driver (1976), ambos interpretados por Robert de Niro.

Nesse estilo podemos ver o filme “gangues de Nova York” (2002), onde personagem de Daniel Day-Lewis (Bill Cutting) continua com a grande tradição de personagens meio perturbados e ao mesmo tempo bastante fortes. Nesse filme também começa a parceria entre o diretor e o ator Leonardo Dicaprio que rendeu grandes filmes.

Essa característica de parceria com atores faz parte do processo criativo do diretor, sua primeira grande parceria foi com Roberto De Niro, que rendeu pérolas do cinema como Touro Indomável, Táxi Driver e os Bons Companheiros, este último um dos melhores filmes de máfia de todos os tempos.

Tecnicamente o diretor se caracteriza por planos-sequencias, uma câmera ágil, mas que não fica tremida na ação, além de no seu último filme Silêncio (2016) ter abusado da dramaticidade do não diálogo.

Além de cineasta, Scorsese é um verdadeiro cinéfilo, um estudioso e admirador da 7ª arte, como pode ser visto no filme Hugo (2011), onde ele aborda o começo do cinema. Entre seus filmes favoritos está “O Santo Guerreiro contra o Dragão da maldade”, filme do brasileiro Glauber Rocha. Além disso é um grande fã de Stanley Kubrick e costuma assistir várias vezes seus filmes.

Para entender seu estilo, assista Touro Indomável (1980), Taxi Driver (1976), A ultima tentação de Cristo (1988), Os Bons Companheiros (1990), Gangues de Nova York (2002), O Lobo de Wall Street (2013), Os infiltrados (2006) que lhe rendeu o Oscar de melhor diretor e Ilha do Medo (2010).




Cezar Silva
Professor de História e Pseudo Cinéfilo 


Comentários

Mais Vistos

A Palestina na Época de Cristo: Aspecto Político

Os sumérios: Os inventores da Escrita

Mitologia grega: Os olimpianos