Mitologia Grega: Os Deuses Primordiais

          Na Mitologia Grega existem alguns deuses que surgiram antes dos titãs e dos próprios deuses modernos que conhecemos (Zeus, Hera, Atena, Apolo). Esses primordiais estão ligados à forças da natureza e a estruturas da terra. Nesse Texto vou tentar expor os mais relevantes.

          Por ordem cronológica o primeiro ser primordial é o Caos, que é um ser que se repousa no não-ser, sendo uma criatura difícil de classificar ou explicar. O Caos gerou Nix a noite e Érebo a escuridão. Outra criatura primordial é a Gaia, filha do Caos, ela representa a terra, ela gerou Urano (céu) e casou-se com ele, gerando os titãs, os ciclopes e Hecatônquiros (monstros com 100 braços). Gaia também gerou espontaneamente Ponto, que representa as profundezas do mar. Outros deuses primordiais com relevância são os filhos de Nix (noite) que são Tânato (morte) e Hipnos (Sono).

             Essa primeira fase da mitologia grega é uma explicação para os fenômenos naturais e para o surgimento do universo, bem como dos seres humanos. A maior parte dessas informações estão contidas no livro Teogonia, do poeta Hesíodo, escrito no VIII a.C. Uma visão religiosa e ao mesmo tempo histórica da época de formação das cidades-estado gregas.



Teogonia

Cezar Silva
Professor de História e Pseudo cinéfilo 

Comentários

Mais Vistos

A Palestina na Época de Cristo: Aspecto Político

Os sumérios: Os inventores da Escrita

Mitologia grega: Os olimpianos