Game of Thrones e a História

George R. R. Martin escritor das Cronicas de Gelo e Fogo, que deram origem a série Game os Thrones, teve bastante influencias históricas  para criar o enredo dos livros, bem como seu universo. Nesse texto pretendemos expor algumas dessas influencias.

A primeira é a Muralha, que é inspirada na Muralha de Adriano, construída no reinado do Imperador romano que lhe deu o nome. Sua função era separar a Bretanha Romana dos Pictos, povo que vivia na Atual Escócia, Representativamente era diferença entre o mundo dito "civilizado" e mundo dito "bárbaro". George Martin fez uma viagem para conhecer a Muralha no começo da década de 1980 e ficou impressionado, o que levou a colocar a Muralha como parte principal em seu enredo. 

Outra influencia está na Guerras das Duas Rosas (1455-1485), conflito entre duas famílias influentes pelo trono inglês. Essa referencia está ligada a Guerra entre Starks e Lannisters, Na guerra real eram os York e os Lencasters, como resultado da guerra, o trono inglês passou para outra família os Tudors. Será que teremos o fim das duas casas também na série, vamos aguardar.  

Em seu enredo está presente o feudalismo e as relações de poder que a nobreza tinha com o rei durante a idade média. Durante os livros e na série é demonstrado que o rei só tem poder efetivo em seus territórios pessoais, como a capital e seus arredores, do mesmo modo que ocorria na Idade Média, principalmente na francesa. 

Por ultimo, os continentes Westeros e Essos são alegorias a Europa e a Ásia, respectivamente. Essos e retratado como grande, com diferentes civilizações, assim como na Ásia. Além disso temos as Terras das Sombras, que podemos associar com os pensamento da população do inicio da modernidade sobre as terras desconhecidas dalém-mar. 



Cezar Silva
Professor de História e Pseudo Cinéfilo 

Comentários

Mais Vistos

A Palestina na Época de Cristo: Aspecto Político

Os sumérios: Os inventores da Escrita

Mitologia grega: Os olimpianos